Regras das zonas de não ancoragem nas Baleares

O Governo das Baleares clarifica as zonas de proibição de ancoradouro, num esforço para preservar o delicado ecossistema marinho

O Governo das Baleares deu um passo em frente na preservação do delicado ecossistema marinho ao clarificar as zonas de não ancoragem e as zonas protegidas de Posidonia na região. Esta clarificação visa proteger a erva marinha Posidonia de actividades nocivas, incluindo a ancoragem.

A Posidonia é uma planta subaquática que se encontra habitualmente no Mar Mediterrâneo e cresce desde a linha da costa até uma profundidade de 30-40 metros. Desempenha um papel crucial na manutenção do equilíbrio do ecossistema e é uma fonte vital de oxigénio para as águas costeiras. A diminuição dos prados de Posidonia é motivo de preocupação para os cientistas, que a atribuem à descarga de águas ricas em nutrientes, aos sedimentos e à ancoragem de barcos.

Mais informações sobre a navegação em Espanha

Vista panorâmica de Porte de Soller, Palma de Maiorca, Espanha

A área protegida de Ses Salines d'Eivissa i Formentera alberga um dos maiores recifes de Posidonia de Espanha e do Mediterrâneo, e o Governo das Baleares está empenhado em preservar este delicado ecossistema. Para resolver a confusão entre os velejadores relativamente à localização das zonas de proibição de ancoragem, o Governo das Baleares publicou um documento oficial que descreve a localização dos prados de Posidonia e as restrições de ancoragem aplicáveis.

No entanto, apesar dos esforços para salvaguardar os prados de Posidonia, os barqueiros têm frequentemente manifestado confusão quanto à localização das zonas de proibição de ancoragem, o que leva à ancoragem involuntária em zonas protegidas de Posidonia, o que pode danificar o delicado ecossistema. A proteção da Posidonia é crucial, uma vez que serve de viveiro a uma vasta gama de espécies marinhas e desempenha um papel fundamental na manutenção do equilíbrio do ecossistema.

Poseidonia nas águas do Mediterrâneo

O importante e ameaçado crescimento da Poseidonia debaixo de água

Os esforços do Governo das Baleares para preservar os prados de Posidonia ajudarão a garantir a saúde a longo prazo do ecossistema marinho na região e a apoiar a sobrevivência de uma vasta gama de espécies marinhas. Esta preservação é essencial para manter o delicado equilíbrio do ecossistema e garantir a saúde das águas costeiras.

Pode encontrar as áreas restritas do governo seguindo esta ligação. Distinguem-se duas áreas especiais: as áreas vermelhas contêm o atual crescimento do Poseidonia, enquanto as áreas amarelas são as designadas para um maior desenvolvimento do Poseidonia. As áreas que não estão destacadas são as únicas onde se pode ancorar.

Em conclusão, a clarificação das zonas de não ancoragem e das zonas protegidas de Posidonia na região das Baleares constitui um passo importante para a preservação do delicado ecossistema marinho. A proteção da Posidonia é crucial para manter o equilíbrio do ecossistema e apoiar a sobrevivência de uma vasta gama de espécies marinhas.

Sabemos muito mais, basta perguntar:

FAQs sobre Poseidonia